Calçadas com acessibilidade

Calçadas com acessibilidade

Calçadas com acessibilidade

Calçadas com acessibilidade

Você se preocupa com o bem estar de todos que estão em sua volta? Com esse artigo você aprenderá a importância de colocar pisos táteis na calçada de seus endereços.

Para pessoas que sofrem com algum tipo de doença e até mesmo deficiência, sair nas ruas acaba tornando-se um desafio, graças a grande quantidade de obstáculos encontrados nas calçadas.

Foi pensando nisso que a Ladrilhos Maria Estela preparou um artigo explicando a necessidade de cuidar do ambiente externo.

A calçada é uma parte do espaço residencial que a maioria acaba não dando muito valor por ser algo externo, mas que merece certa atenção. Ela deve ser acessível a todos, facilitando a subida de cadeirantes, sem obstáculos para deficientes visuais e sem buracos no solo para idosos, crianças e gestantes.

Ela é à base de uma boa infraestrutura social, tornando possível o tráfego de todos, e por isso, deve ser segura e estar dentro das normas de acessibilidade. Mantê-la nesses padrões é uma função do dono do terreno, do governo e do arquiteto responsável pela reforma.

Atualmente já existem recursos para manter esse espaço com maior segurança para todos. Uma delas são os pisos táteis.

Certamente você já passou por algum lugar e observou relevos esféricos e de cor diferente dos restantes no chão e se perguntou o porquê daquilo. A resposta é simples! Esses pisos são especiais para a locomoção de pessoas com deficiência visual ou baixa visão, já que seu principal objetivo é conduzi-los e orientá-los.

Colocados de maneira correta, esse piso dá total autonomia para aqueles que dependem dele, visto que, são divididos em dois tipos:

  • PISO TÁTIL DE ALERTA: esse é o tipo mais comum, conhecido por suas bolinhas na superfície. Serve para alertar os deficientes de obstáculos em seu caminho que não conseguiria identificar com a bengala, como escadas, elevadores, portas, árvores, etc.
  • PISO TÁTIL DIREIONAL: normalmente é usado em ambientes espaçosos, que levem a alguma ação. São retas facilmente identificadas com o auxilio da bengala, que direcionam o portador de deficiência visual até o local ao qual ele deve se dirigir.

É importante que seja colocado de maneira correta para não confundir a sensação ao tocar a bengala. Além disso, é necessário que esses pisos sejam de uma cor que contraste com o restante do ambiente para ajudar aqueles que possuem baixa visão.

Para que a sua cidade seja acessível, é necessário que todos contribuam, tanto o poder público quanto o privado. Deve-se pensar em na sociedade em geral, e não apenas nas pessoas que passarão diariamente naquela calçada.

Ajude a construir um caminho mais leve e seguro para todos!

Gostou desse artigo? Conheça os pisos táteis da “Ladrilhos Maria Estela” no site e faça seu orçamento!

Veja outras matérias semelhantes:

Como economizar na obra

O revestimento certo para cada cômodo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *